Homicídios dolosos caem 10% no Rio de Janeiro em 2022, diz ISP

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Os homicídios dolosos, aqueles com intenção de matar, atingiram o menor patamar desde 1991 no Rio de Janeiro, ainda assim, os números de violência no Estado são elevados e expressivos. De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), entre janeiro e setembro deste ano, foram 2.258 homicídios dolosos. Tal valor representa uma queda de 10% em relação ao mesmo período do ano passado. No entanto, na capital o número de homicídios registrados subiu. Em 2022, foram registradas 616 vítimas, contra 597 em 2021. Baixada Fluminense, Grande Rio, interior do Estado e Niterói apresentaram redução no indicador. Por outro lado, as mortes em confrontos com a polícia cresceram 13% apenas no mês setembro de 2022, com 87 mortes. Em 2021, foram 77 fatalidades no mesmo período. Os casos de estelionato continuam em alta, o crime se popularizou durante a pandemia da Covid-19. De janeiro a setembro, houveram 95.194 casos de estelionato, quase 350 por dia. Tal valor é 101% maior do que o registrado no ano passado, com 47.362 referentes aos primeiros nove meses de 2021. Este é o maior patamar da série histórica deste indicador, iniciada em 2003. Além disso, latrocínios, que são os roubos seguidos de morte, estão em alta, com mais de 10 casos somente em setembro. Porém, considerado os registros até setembro, ano de 2022 registrou queda nesta prática com 40 ocorrências, contra 78 no mesmo período de 2021.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*