Ao lado de Luísa Sonza, Luan Santana fala do novo hit ‘Coração Cigano’

AS MAIS ROMANTICAS E INESQUECIVEIS

Luan Santana lança nesta terça-feria, 09/08/2022, a partir das 21h, o álbum Luan City, que nasceu da turnê de mesmo nome, iniciada no final de 2021 com shows presenciais pelo Brasil, começando por São Paulo. Entre as faixas do novo trabalho, que celebra os 15 anos de carreira do cantor, destaque para Coração Cigano, que viralizou nas redes sociais, principalmente por conta da parceria para lá de inovadora com Luísa Sonza, já que os dois seguem caminhos diferentes no estilo musical.  O clipe estará disponível também nesta terça-feira, no YouTube.

Sobre parcerias ao longo da carreira, principalmente com artistas de outros gêneros musicais como Sonza, Luan destaca: “Somam muito pessoalmente e profissionalmente. A Luísa, por exemplo, que é uma menina que vem do Rio Grande do Sul, que tem uma música muito característica, e ela faz parte disso, a música que a gente faz tem muito a ver com o ambiente que a gente vem… Então, quando a gente mistura isso, culturas e melodias diferentes, é uma soma maravilhosa. Luisa tem grandes referências do pop, funk, e quando a gente traz ela para cantar uma música super melodica, doce, com muitas notas, lembrando talvez a salsa, uma pegada latina caliente, é enriquecedor demais”.

Anúncios

A ideia da parceria surgiu há dois anos. “Desde a live que fizemos com a Giulia B. Desde lá, vínhamos imaginando uma música com nós dois juntos. Na época, estava bombando aquela música Señorita, de Shawn Mendes e Camila Cabello. Então falei: ‘Isso combina com a Luísa por ser um ritmo quente, caliente, sensual e romântica ao mesmo tempo. Namora com o pop, com o arrocha… Foi uma escolha perfeita. Ela foi até o meu estúdio, gravamos a voz dessa música. Não parávamos de ouvir, de mostrar para os amigos que cobravam o dia do lançamento… Fizeram roteiro para o clipe, mas pensei em fazer ao vivo porque sabia que o povo ia pirar. Aí ela topou. Estou falando de dois anos atrás, quando cantamos essa música pela primeira vez. E agora foi a hora certa de lançarmos”, destaca o cantor.

Anúncios
Luan Santana e Luísa Sonza.
Luan Santana e Luísa Sonza. Foto: Pedro Araujo

No início da carreira, Luísa Sonza cantava em bailes no interior do Sul, e ela diz que Coração Cigano a faz relembrar esse tempo. “A pegada dessa música tem muito a ver com essa minha época, então acho que ajudou o Luan saber que faria sentido eu nessa música. Ele foi o primeiro artista que me abraçou em todos os momentos da minha carreira. Fosse em um momento incrível ou em um pior momento. Então temos uma relação de muito tempo, ele sabia que eu amava esse tipo de música também”, revela. 

“Quero esse estilo de volta na minha vida depois de passear no pop, no funk, onde iniciei minha carreira, tive mais destaque nacionalmente. Sempre me considerei e vou me considerar uma cantora de baile. Por mais que hoje as pessoas me vêem como cantora pop, vou sempre me ver como cantora de baile que canta todos os tipos de música. Essa é a minha verdadeira raiz, que acho que demorei um pouco a entender”, comenta a cantora. 

Luan Santana e Luísa Sonza.
Luan Santana e Luísa Sonza. Foto: Pedro Araujo

‘Coração Cigano é algo mais introspectivo’

Luísa Sonza destaca a leveza da música ao cantá-la: “É algo super natural (de cantar), o que amo muito. Vejo muito sentido nessa música, o que me agrada demais. Coração Cigano é aquela coisa mais introspectiva, que tem pegada sensual, para frente, que você dança… Ela faz você ter vontade de dançar, de escutar, ler a letra, sentir a interpretação… É uma música muito gostosa. O que eu infernizei o Luan Santana em dois anos para lançar essa música não está escrito. Mostrei para a minha família, que me infernizava para saber quando iríamos lançá-la. Finalmente essa espera acabou. Estou muito feliz”.

Coração Cigano é lançado logo após Cachorrinha, que tem um estilo completamente diferente. E a artista destaca que sempre objetivou emendar um hit diferente no outro, durante toda a sua carreira, para não dar margens à comparações. 

“Nunca repeti a fórmula, sabe? Para mim, é o momento perfeito para lançar Coração Cigano. A gente organizou tudo para calhar da música vir em um momento em que eu estivesse trabalhando outra bem diferente. E assim fiz em tudo. Quando lancei Modo Turbo, logo depois lancei um pagonde com o Thiaguinho. Vou sempre mudando. Lancei Sentadona. Depois, Hotel Caro… Gosto de ter este contraste, principalmente em lançamentos muito marcantes e significativos, porque o contraste faz as músicas não competirem umas com as outras, e os fãs não as comparam. É impossível comparar Cachorrinhas com Coração Cigano. Você consegue olhar para música como algo único e incomparável”, completa Sonza. 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*