Justiça determina que Romeu Zema libere passe livre no 2º turno em MG

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

A Justiça de Minas Gerais determinou que o governador Romeu Zema (Novo) garanta a gratuidade do transporte público no Estado durante o segundo turno das eleições 2022, que acontece no próximo domingo, 30. Em decisão decisão expedida nesta sexta-feira, 28, a juíza Janete Gomes Moreira, da 4ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, afirma que a concessão de transporte gratuito pelo poder público durante a segunda etapa do pleito presidencial nada mais do que “garantia de que todos os votos são iguais”. Segundo ela, a medida possibilitará que todo e qualquer indivíduo possa exercer plenamente a sua cidadania. A decisão de Janete Gomes também contempla que a oferta do transporte público no próximo domingo seja mantida em níveis normais, ou seja, sem possibilidade de redução da frota.

A determinação da juíza abrange toda a região metropolitana de Belo Horizonte e o transporte para ônibus intermunicipais, não sendo estendido o passe livre para o metrô. A gestão de Romeu Zema – que apoia o presidente Jair Bolsonaro (PL) no Estado – negava o passe livre de ônibus intermunicipais na região metropolitana. O governador reeleito em primeiro turno chegou a afirmar, em entrevista à Folha de S. Paulo, que prefeitos mineiros que oferecessem a gratuidade estarão adotando uma atitude suspeita. “Já expressei a minha opinião. É uma decisão municipal, mas a nossa orientação é essa: que se trabalhe na véspera e no dia da eleição como se trabalha o resto do ano. Se alguém está trabalhando diferente, gera suspeita”, afirmou.

Anúncios

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*