Gisele Bündchen anuncia fim do seu casamento com Tom Brady: ‘Nos distanciamos’

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Chegou ao fim o casamento da modelo Gisele Bündchen com o jogador de futebol americano Tom Brady. Após muitas especulações, a brasileira confirmou nesta sexta-feira, 28, pelas redes sociais que se separou do atleta após 13 anos de casamento. “Com muita gratidão por nosso tempo juntos, Tom e eu finalizamos amigavelmente nosso divórcio. Minha prioridade sempre foi e continuará sendo nossos filhos, que amo com todo o meu coração. Continuaremos cuidando deles com amor, cuidado e atenção que eles merecem”, declarou a modelo, que tem dois filhos com Tom: Benjamin, de 12 anos, e Vivian, de 9. Gisele não entrou em detalhes sobre o que motivou o fim do seu relacionamento e apenas comentou: “A decisão de terminar um casamento nunca é fácil, mas nos distanciamos e, embora seja difícil passar por algo assim, me sinto abençoada pelo tempo que passamos juntos e desejo o melhor para o Tom sempre”. Por fim, ela pediu privacidade, pois classificou esse período que está vivendo como “sensível”. 

As especulações de que o casal estava em processo de divórcio começaram há alguns meses. Nesse período, foi noticiado pela imprensa que a crise entre o casal teria sido motivada pelo fato de Gisele querer que Tom se aposentasse para passar mais tempo com a família. O jogador sete vezes vencedor do Super Bowl teria concordado a princípio com a modelo, mas depois desistiu da ideia. Os rumores da crise se intensificaram após ser noticiado que Gisele tinha saído de casa. No início do mês, a revista Us Weekly publicou que pessoas próximas ao casal estariam apoiando a brasileira: “Os amigos de Gisele e Tom estão chateados com ele por voltar atrás em sua palavra e desistir da aposentadoria. Eles odeiam o jeito que Tom está se recusando a ceder para Gisele”. Em setembro, a edição americana da revista Elle publicou uma entrevista com Gisele na qual ela comentou sobre o desejo de Tom se aposentara. “Tenho minhas preocupações – esse é um esporte muito violento, tenho meus filhos e gostaria que ele estivesse mais presente”, declarou. “Tive essas conversas com ele várias vezes. Mas, em uma última análise, sinto que todos têm que tomar uma decisão que funcione para si. Ele também precisa seguir o que lhe dá alegria”, concluiu.

Anúncios

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*