Bolsonaro afirma que ‘já virou’ e lidera disputa pela Presidência da República

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) aproveitou sua fala em um comício na Baixada Fluminense nesta quinta-feira, 29, para desmentir o que chamou de fake news sobre correção do salário mínimo e de aposentadorias e disse que quem tem um “pacote de maldades” a servir a população é seu adversário nas eleições. “Não existe qualquer taxa para o PIX e nem existirá. O PIX será, para sempre, gratuito para todos vocês”, disse. Bolsonaro enalteceu resultados econômicos e pediu que os eleitores compareçam às urnas no próximo domingo, 30, e que cada pessoa arranjasse, pelo menos, mais um voto para ele. “A virada já aconteceu. Nós queremos agora é consolidar a nossa vitória”, afirmou. Acompanhado de apoiadores, dentre eles o governador Claudio Castro (PL), que se recupera de uma pneumonia, o Bolsonaro fez uma carreata entre municípios da Baixada. Em discurso, ele disse ainda que, no próximo domingo, 30, o Brasil terá a eleição mais importante de toda a sua história. “Mais do que eleger o presidente da República, estaremos escolhendo o futuro da nossa nação. Se queremos uma nação de paz, tranquilidade, ordem e progresso ou voltarmos para as velhas práticas de corrupção por parte do PT”, declarou.

No mesmo evento, o presidente fez duras críticas ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), aliado de Lula. Ele chamou Paes de mal agradecido e vagabundo. Paes tem dito em eventos ao lado de Lula que o governo Bolsonaro não fez nenhuma grande intervenção na capital fluminense. “Ele recebeu recursos federais. Encheu os cofres da prefeitura com dinheiro nosso. Esse vagabundo mal agradecido que fica mentindo por aí, dizendo que eu vou maltratar o trabalhador e o aposentado”, disse Bolsonaro. Após o ataque, o prefeito rebateu as falas nas redes sociais: “Infelizmente, é com esse carinho que o senhor me trata que o senhor trata a cidade do Rio de Janeiro”, se defendeu.

Anúncios

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*