PM prende suspeito de participação na morte de guarda municipal de Natal; Crime aconteceu em setembro no Parque da Cidade

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Um homem identificado até o momento apenas como “Galeguinho”, foi preso na tarde desta quinta-feira (27) pela Polícia Militar. Ele é suspeito de participação no atentado contra guardas municipais, em setembro deste ano, no Parque da Cidade, em Cidade Nova.

A prisão se deu no momento em que policiais militares do 9º Batalhão realizavam patrulhamento de rotina no bairro Cidade Nova, em uma área conhecida como Rabo da Cachorra e visualizaram cinco pessoas em atitude suspeita. Três deles, segundo a polícia, estariam consumindo maconha.

Anúncios

Após abordagem policial, os detidos foram encaminhados para a 8ª Delegacia de Polícia, no bairro Cidade da Esperança. Foi na delegacia que surgiu a informação de que “Galeguinho” seria suspeito do ataque contra dois guardas municipais no Parque da Cidade, que resultou na morte de Domício Soares Filgueira e deixou uma guarda ferida, mas o suspeito negou ter participado do crime.

Anúncios

Ao tomar conhecimento da prisão, vários guardas municipais foram até a delegacia em busca de informações.  A defesa de “Galeguinho” não quis se pronunciar. Policiais da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também estiveram na delegacia, para colher o depoimento do suspeito que assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado.

RELEMBRE O CASO

O guarda municipal de Natal, Domício Soares Filgueira foi morto e outra agente foi ferida durante uma ação criminosa no Parque da Cidade . O crime aconteceu no dia 29 de setembro deste ano, no acesso ao parque que fica no bairro de Cidade Nova, na zona Oeste de Natal.

Domício foi atingido com pelo menos um tiro na cabeça. O agente estaria cumprindo uma Diária Operacional. A guarda que foi ferida foi identificada como Ana Paula. Ela foi socorrida para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, no bairro de Tirol, na zona Leste da capital após ser baleada na perna.

A Polícia Militar e a própria Guarda Municipal de Natal realizaram buscas após o atentado, mas ninguém foi preso.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*