Menino morre ao inalar desodorante e pai culpa desafio da internet

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

A morte de um menino de 10 anos no bairro Pirajá, em Belo Horizonte (MG), chamou atenção mais uma vez para os “desafios da internet”. João Victor Santos Mapa não sobreviveu após inalar quase meio vidro de desodorante em aerosol na noite de quinta-feira (25). Segundo o pai da criança, ele teria feito isso após assistir a um vídeo. A Polícia Militar de Minas Gerais afirmou que, segundo relato da mãe, João Victor brincava com outros irmãos, por volta das 19h, quando desapareceu.

Na busca, o menino foi encontrado dentro de um armário, já desacordado. O Samu chegou a fazer os primeiros procedimentos, com reanimação cardiopulmonar (RCP), mas sem sucesso. João Victor será sepultado em Sabará, região metropolitana de BH. O velório está marcado para 13h e o enterro, 15h.

“Assim que acionada, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deslocou a perícia ao local dos fatos onde foi localizado o corpo de uma criança de 10 anos. Não há indícios de violência. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal Dr. André Roquette, onde foi submetido a exames e liberado aos familiares. A causa e circunstâncias da morte serão investigadas”, diz nota da Polícia Civil.

Anúncios

Ao jornal O Tempo, o pai do garoto, 0 autônomo Fabiano Teixeira Santos, disse que João Victor tinha sido vítima do desafio do desodorante. “Hoje foi o meu filho, amanhã vai ser o de outro”, afirmou. “Ele gostava muito de internet e assistia aos vídeos na televisão”, contou Fabiano. “Eu peço para que todos olhem e tomem cuidados com seus filhos. A internet oferece muitas coisas boas, mas também tem coisas ruins”, pediu o pai de João Victor.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*