Por unanimidade, Conselho de Ética aprova pedido de cassação contra Gabriel Monteiro

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O Conselho de Ética da Câmara do Rio aprovou por unanimidade, nesta quinta-feira (11), o relatório final do vereador Chico Alencar (PSOL) que pediu a cassação do mandato do vereador Gabriel Monteiro (PL) por quebra de decoro parlamentar.

Com a aprovação, a cassação de Gabriel Monteiro vai para votação no plenário da Câmara na próxima terça-feira (16). Para cassar o mandato do parlamentar, serão necessários 33 vereadores presentes na votação.

O ex-policial militar é investigado por acusações de estupro, assédio, gravação de um vídeo íntimo com uma menor de idade e manipulação de conteúdo audiovisual para a internet.

Anúncios

“O dia de hoje é simbólico. O parecer pela perda do mandato do vereador Gabriel Monteiro é do Conselho de Ética. É uma decisão pelo Estado democrático de Direito, que não existe sem as práticas éticas. O vereador tem que se comportar com atitudes pautadas pela ética e a moral”, disse o relator Chico Alencar.

Na última terça-feira (9), a defesa do vereador Gabriel Monteiro entregou as alegações finais sobre o relatório do processo de cassação do mandato aberto pelo Conselho de Ética da Câmara. Após entregarem o documento, os advogados Pedro Henrique dos Santos e Sandro Figueredo informaram que pediram o arquivamento do processo.

Anúncios

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*