Modelo Bruno Krupp deixa hospital e vai para cadeia após morte de jovem no Rio

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O modelo Bruno Krupp saiu do Hospital Marcos Moraes em que estava internado, no Méier, na noite deste sábado (6) e foi levado para o sistema penitenciário da Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) do Rio de Janeiro.

Ele é acusado de atropelar e matar um adolescente de 16 anos, ao dirigir uma motocicleta sem habilitação, na avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital fluminense no sábado retrasado (30)

Antes de chegar à cadeia, Krupp foi levado para uma delegacia da Barra sem prestar depoimento. De lá, ele foi encaminhado em uma viatura para o Hospital Penitenciário em Bangu e, logo depois, para o IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande. 

Anúncios

Como não houve atendimento no local, os agentes se deslocaram com Krupp para o IML da Leopoldina, no centro do Rio de Janeiro. Após passar por exame de corpo de delito, Bruno foi levado ao Presídio de Bangu. Caso tenha alta do hospital penitenciário, ficará em Bangu 8, de acordo com o advogado de defesa, William Pena.

Anúncios

Acidente com Bruno Krupp

O acidente aconteceu por volta das 23 horas do sábado (30) na altura do Posto 3. O adolescente atropelado, João Gabriel Cardim Guimarães, estava acompanhado da mãe e atravessava a via fora da faixa de pedestres. Bruno dirigia a moto acima da velocidade máxima permitida

A vítima perdeu uma perna, foi socorrido, mas não resistiu ao chegar ao Hospital Municipal Lourenço Jorge.

Um inquérito foi aberto na 16ª DP. Inicialmente, o episódio era tratado como caso de lesão corporal na direção de veículo automotor. No entanto, com a morte da vítima, o caso passou a ser tratado como caso de homicídio culposo.

O modelo conduzia uma moto a cerca de 120 km/h na avenida Lúcio Costa, 2.916, onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h. Segundo os agentes da polícia que atenderam a ocorrência, o veículo estava sem placa e Bruno não tem carteira de habilitação

Segundo o advogado do influenciador, William Pena, o jovem estava atravessando a via fora da faixa de pedestres e teria ameaçado voltar. Pena alega que Bruno se assustou e relatou uma falha nos freios da moto.

O mandado de prisão preventiva contra Krupp foi expedido pela Justiça no último dia 3 de agosto. 

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*