Campeão mundial de jiu-jítsu é baleado na cabeça durante briga em clube de bairro nobre de SP

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O campeão mundial de jiu-jítsu Leandro Pereira do Nascimento Lo foi baleado na cabeça durante uma briga em um show no Esporte Clube Sírio, no bairro Planalto Paulista, zona sul de São Paulo, na madrugada deste domingo (7). O advogado que acompanha o caso, Ivã Siqueira Júnior, confirmou a morte cerebral do atleta.

A Polícia Militar foi acionada para disparo de arma de fogo na avenida Indianápolis, à 1h57. Quando as equipes chegaram ao local, a vítima havia sido socorrida e levada ao pronto-socorro do Hospital Municipal Saboya.

Anúncios

De acordo com o boletim de ocorrência, o policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo foi identificado pela polícia como o autor do disparo. Conforme testemunhas, o agente foi à mesa de Leandro Lo após uma discussão. O policial teria pegado uma garrafa, enquanto o lutador se levantou, tirou o objeto da mão do agente e, num golpe de luta, o derrubou e o imobilizou.

Anúncios

 

Nesse momento, colegas da vítima separaram os dois e tentaram encerrar a briga. O agente, minutos depois, deu uma volta na mesa e, diante do lutador, sacou uma arma e efetuou o disparo, que atingiu a região frontal da cabeça da vítima.

 

Segundo o advogado que acompanha o caso, o agente teria feito uma “provocação” a Leandro Lo chacoalhando uma garrafa na mesa do lutador. Quando o atleta imobilizou o agente, os amigos próximos à mesa tentaram separá-los. “Ele foi embora, sem reagir, mas depois voltou e efetuou um único tiro na região da cabeça. A bala ainda está alojada”, explica o advogado.

Segundo Siqueira Júnior, a polícia ainda faz buscas para localizar o autor do disparo. Leandro Lo tem 32 anos e vive com os pais em São Paulo. O atleta coleciona diversos títulos no esporte: são oito títulos mundiais, o último deles neste ano, disputado nos Estados Unidos. O lutador coleciona também oito pan-americanos, cinco copas do mundo, dois títulos europeus e quatro brasileiros.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*