Bolsonaro defende Guedes: ‘Não há motivo para trocar ministros’

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O presidente Jair Bolsonaro (PL) defendeu, nesta segunda-feira (25), o ministro da Economia, Paulo Guedes, e disse que não há motivos para trocar os ministros neste momento. “Falaram agora que o Paulo Guedes é um grande ministro, e eu não discordo, mas muita gente já pediu a cabeça do Guedes para mim em momentos de crise, como se nesses momentos [críticos] fosse a hora de trocar o paraquedas. Não, é um momento de união e de acreditar na capacidade dele”, comentou.

O presidente também defendeu o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, e afirmou que o chanceler é “crucificado todos os dias” pela imprensa. O relato foi feito na abertura do Global Agribusiness Fórum 2022, em São Paulo. O evento debate os desafios do agronegócio e propõe soluções sustentáveis para o setor.

Bolsonaro foi acompanhado por uma comitiva de ministros. Estavam com ele Paulo Guedes (Economia), Fábio Faria (Comunicações), Ciro Nogueira (Casa Civil), Marcos Montes (Agricultura) e Cristiane Britto (Direitos Humanos), além da deputada federal Carla Zambelli (PL).

Anúncios

Ao comentar o agronegócio, Bolsonaro disse que há “gente de fora interessada em nosso país” por causa do potencial agrícola do Brasil. “Quem não pensa dessa maneira, no meu entender, está devendo muito, devemos nos preocupar com a nossa pátria e com os nossos bens”, afirmou.

Anúncios

Em crítica à imprensa, ele minimizou as queimadas no Pantanal e na Amazônia: “Vocês estão vendo a imprensa brasileira falando das enormes florestas sendo queimadas na França? Imagina se fossem poucos hectares no Pantanal? A mídia estaria falando sobre isso”. 

Estádio do Flamengo

Bolsonaro também afirmou que há uma negociação entre o Flamengo e a CEF (Caixa Econômica Federal) para a construção do estádio do clube em terreno do antigo Gasômetro do Rio de Janeiro. “Vamos atender o Flamengo, o estudo de viabilidade está muito avançado e sem intermediários políticos”, comentou. A presidente do banco, Daniella Marques, acompanhou o discurso de Bolsonaro sentada ao lado do chefe do Executivo. 

Na semana passada, dirigentes do Flamengo se reuniram com autoridades da Caixa para discutir o tema. O banco é administrador e gestor do Fundo de Investimento Imobiliário do Porto Maravilha, dono do terreno em que o clube tem interesse.

Candidato à reeleição

Bolsonaro foi confirmado como candidato à reeleição pelo PL neste domingo (24). Em discurso na convenção nacional do partido, o presidente voltou a criticar o STF (Supremo Tribunal Federal) e convocou apoiadores a irem às ruas no 7 de Setembro. 

“Vamos às ruas no 7 de Setembro pela última vez. Esses poucos surdos de capa preta têm que entender o que é a voz do povo. Têm que entender que quem faz as leis são os Poderes Legislativo e Executivo”, afirmou. Ele voltou a defender eleições transparentes e fez os presentes no estádio repetirem a frase “Eu juro defender a minha liberdade”.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*