Polícia Federal investiga caso de corpos achados em decomposição dentro de barco à deriva no Pará

LBV CAMAPNHA

LBV CAMAPNHA

A Polícia Federal e a Marinha deram início a uma operação de resgate de um barco encontrado à deriva, com corpos em decomposição, em Bragança, no Pará.

O barco, de 15 metros de comprimento por 2 metros de largura, foi descoberto por pescadores na Baía do Maraú, a 215 km de Belém.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do Estado também estão envolvidos na operação de resgate.

Que enfrenta dificuldades devido ao tempo chuvoso e às marés.

A suspeita é de que as vítimas sejam estrangeiros em uma tentativa de imigração pelo mar, de acordo com relatos dos pescadores.

O barco estava encalhado em um banco de areia a cerca de 20 quilômetros de Tamatateua e será removido para o local apropriado, podendo ser alterado devido às condições das marés.

A Polícia Federal enviou uma equipe com peritos e especialistas em impressões digitais para identificar os corpos.

A Marinha também está envolvida na investigação, com uma equipe de inspetores navais da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental.

O Ministério Público Federal abrirá duas investigações.

Uma na área criminal e outra na área cível, para apurar o caso e responsabilizar os envolvidos, tanto criminalmente quanto civilmente.

EU TO GANHANDO COM O KWAY VEM VOCÊ TAMBÉM, VEJA COMO GANHAR DINHEIRO, COM MINHAS DICAS

ao vivo click aqui