Lula promete ‘recuperar’ Petrobras e a indústria naval brasileira

EU TO GANHANDO COM O KWAY VEM VOCÊ TAMBÉM, VEJA COMO GANHAR DINHEIRO, COM MINHAS DICAS

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta terça-feira (2), durante a inauguração das obras de dragagem do Canal de São Lourenço, no Porto de Niterói, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, que o governo brasileiro busca recuperar a Petrobras.

Segundo Lula, em algumas frentes de negócio vendidas ou paralisadas pelas gestões anteriores da estatal, o governo tenta “começar tudo de novo”.

Anúncios

“Estamos tentando recuperar a Petrobras. Eles não tiveram coragem de privatizar e, por isso, começaram a vender ativos da Petrobras.

Venderam a BR (Distribuidora), gasodutos, paralisaram o Comperj, em que faltava 15% para terminar e ficou parada por quase dez anos.

Agora, voltamos e vamos começar tudo de novo. Mas não é fácil o trabalho de reconstruir”, disse o presidente.

Em fala de meia hora para trabalhadores locais e para o funcionalismo da cidade, Lula prometeu reativar estaleiros e voltar a construir embarcações no País, a exemplo do que aconteceu a partir de 2003, quando chegou à Presidência pela primeira vez.

Para esse objetivo, são centrais a Petrobras e sua demanda por serviços e embarcações.

O presidente fez uma longa defesa de investimentos na indústria naval e pesqueira a fim de gerar emprego e renda.

“Tenham a certeza de que vamos recuperar a indústria naval brasileira.

Não é possível que num país que faz 90% do seu comércio pelo mar, receba e exporte produtos com navios de bandeira estrangeira. Temos que voltar a financiar a indústria naval.

Não existe possibilidade de recuperar o País se a economia não voltar a crescer. É necessário gerar emprego, porque emprego gera renda, renda gera consumo e consumo traz desenvolvimento”, disse Lula.

Lula também não poupou adversários: “Nós pegamos esse País desmontado.

Esse País não tinha mais Ministério da Pesca, de Portos e Aeroportos, e muitos outros que existiam, mas não funcionavam.

Em vez de governança, a gente tinha mentira, em vez de saúde, a gente tinha mentira, em vez de emprego, a gente tinha mentira”, criticou.

Durante o discurso, Lula disse que um ano e três meses é “muito pouco tempo” para o cumprimento de promessas feitas em campanha na seara econômica.

“Um ano e três meses de governo é muito pouco ante o compromisso que assumi com o povo brasileiro. Lembro bem de cada palavra, de cada coisa que prometi na campanha”, afirmou.

A intervenção no Porto de Niterói vai aumentar a profundidade do canal de 7 metros para 11 metros, a um investimento de R$ 157 milhões, permitindo a chegada de navios com calado maior, principalmente embarcações de serviço logístico da cadeia de óleo e gás.

Do total, R$ 137 milhões serão aportados pela Prefeitura de Niterói e outros R$ 20 milhões pela Companhia Docas do Rio de Janeiro, empresa pública ligada ao governo federal.

O presidente voltou a se queixar também de obras paralisadas que, segundo ele, somente nas áreas de Saúde e Educação, somavam 6 mil iniciativas.

“Só no Minha Casa Minha Vida eram 87 mil casas que tinham sido iniciadas e foram paralisadas.

Alguém tomou uma atitude nesse País de que não precisavam mais construir e investir, mas tinham tudo em verde e amarelo”, disse Lula.

Por mais de uma vez, o presidente verbalizou a lógica de que é necessário Estado e empresas estatais induzirem o crescimento econômico por meio de obras e produção locais.

ao vivo click aqui