Polícia Federal prende dono de sítio suspeito de ajudar detentos que fugiram de presídio em Mossoró

EU TO GANHANDO COM O KWAY VEM VOCÊ TAMBÉM, VEJA COMO GANHAR DINHEIRO, COM MINHAS DICAS

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira, 26, o dono de um sítio suspeito de ter ajudado dois detentos que fugiram de penitenciária federal de Mossoró, no Rio de Grande do Norte.

De acordo com a PF, Ronaildo da Silva Fernandes, de 38 anos, teria abrigado os fugitivos por cerca de oito dias em sua propriedade.

Anúncios

Ele é a quinta pessoa apreendida por suspeita de ter auxiliado na fuga de Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral do Nascimento, que escaparam do presídio no dia 14 de fevereiro.

De acordo com as investigações, Ronaildo teria recebido a quantia de R$ 5 mil para abrigar os fugitivos em sua propriedade na zona rural de Baraúna (RN).

Ele, no entanto, denunciou os dois foragidos à PF, mas o Órgão identificou inconsistências no seu depoimento e, com isso.

Foi solicitado seu mandado de prisão pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte.

Desde o início da procura pelos detentos, a PF já havia afirmado que eles estavam a uma distância de cerca de 15 km da região da fuga.

Até o momento, eles já invadiram outra propriedade na zona rural e fizeram uma família de refém.

Deixaram rastros como roupas e calçados, mas ainda não foram capturados pela polícia. 

Como mostrou o site da Jovem Pan no sábado, 24, a PF anunciou uma recompensa de R$ 15 mil por informações sobre cada um dos fugitivos.

Totalizando o valor de R$ 30 mil em caso de informações sobre ambos.

O valor será pago por meio de verba federal e para as denúncias a PF disponibilizou dois números: o 181 e (84) 98132-6057 (também Whatsapp).

Além disso, é possível realizar a denúncia por meio do e-mail disquedenuncia181@defesasocial.rn.gov.br e pelo aplicativo Segurança Cidadã do governo do Rio Grande do Norte.

ao vivo click aqui