Confira detalhes de como foi a fuga no presídio federal de Mossoró

EU TO GANHANDO COM O KWAY VEM VOCÊ TAMBÉM, VEJA COMO GANHAR DINHEIRO, COM MINHAS DICAS

Rogério da Silva Mendonça (vulgo Querubim, Chapa ou Cabeça de Martelo ou Martelo; e Deibson Cabral Nascimento (conhecido como Tatu, Deisinho ou Deicinho).

Os dois presos que escaparam do presídio de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte, fugiram por volta das 3h25 da madrugada.

Anúncios

Os fugitivos escalaram uma das luminárias, tiveram acesso ao teto, retiraram as telhas de cima, cortaram a cerca e pularam.

A informação chegou ao chefe de plantão por volta das 07h do dia 14/02 via rádio, durante distribuição do café da manhã dos internos. 

Foi informado que as celas 01IN e 02IN estavam vazias.

Foi realizado um cerco no perímetro interno e externo da Unidade sendo verificado que os alambrados interno e externo da lateral direita do local haviam sido cortados.

De pronto montaram-se equipes de buscas e rondas para tentar encontrar os fugitivos nas localidades próximas à Penitenciária.

Foram acionadas demais forças de segurança.

Com a chegada dos Agentes do Plantão Alfa as buscas se intensificaram com o apoio de diversas Forças de Segurança do RN e Ceará, inclusive, com ajuda de cães farejadores, helicópteros e drones.

ao vivo click aqui