De luto, facção dá ordem para comercio fechar após morte de líder criminoso no RN

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

A morte de um homem conhecido como Pedro Henrique Mayalison dos Santos Pereira, ocorrida hoje (25), em confronto com policiais militares em Jucurutu, causou uma verdadeira revolta em uma facção criminosa da qual ele seria líder. Tanto que o grupo criminoso determinou que, em forma de “luto”, o comércio em Caicó não deveria funcionar. 

A informação foi postada pelo Blog de Sidney Silva. O comércio caicoense, porém, funcionou graças a presença ostensiva da PM. “A Polícia Militar está reforçando ações ostensivas de segurança pública no Bairro João XXIII e adjacências em Caicó (RN), por causa de informações que chegaram ao comando do 6º BPM, de que liderança de uma facção criminosa teriam determinado que comerciantes da referida localidade fechassem seus estabelecimentos em luto por causa da morte”, afirmou Silva. 

Anúncios

Mayalison era foragido da Justiça, envolvido em crimes de roubos e assassinatos. O comandante do 6º BPM, Tenente-Coronel, Albervan Cirne, disse em contato com o Blog Sidney Silva, que montou operação preventiva no Bairro João XXIII em conjunto com policias do Trânsito, Cipam, Cavalaria. As guarnições de Rádio-Patrulham, também reforçam o apoio.

Anúncios

“Nós realmente encontramos estabelecimentos comerciais já fechados, mas estamos chegando para garantir a ordem e que tudo funcione como tem que ser, dentro da normalidade”, disse. O Coronel Cirne teria recebido a confirmação do comandante-geral da PM no RN, o Coronel Alarico Azevedo, que estarão chegando nas próximas horas, duas equipes do BOPE vindas de Natal, para auxiliar nas ações planejadas.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*