TCU fará checagem dupla em urnas eletrônicas durante as eleições deste ano

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O Tribunal de Contas da União (TCU) fará uma checagem dupla durante as eleições deste ano.

Na semana passada, o TCU divulgou que irá selecionar, aleatoriamente, 4.161 urnas eletrônicas para analisar os resultados impressos nos boletins. Essa checagem acontecerá ao longo do mês, uma vez que os documentos chegarão à sede do tribunal por meio dos Correios.

Anúncios

Uma outra auditoria, contudo, será realizada no dia das eleições – com 540 urnas. Nesse caso, os equipamentos não serão escolhidos aleatoriamente.

Anúncios

“Dois auditores do Tribunal de Contas da União irão a 10 sessões eleitorais em cada estado. Em cada estado teremos 20 sessões eleitorais que captarão o boletim de urna, totalizando o número de 540 urnas. Esses auditores enviarão esses boletins para a sede do TCU aqui em Brasília, onde teremos uma equipe de plantão, e essa equipe receberá os boletins de urnas, consolidará, e no momento que o TSE divulgar os resultados, a equipe de Brasília fará a comparação”, explicou o presidente da Corte, Bruno Dantas, durante coletiva de imprensa no início da noite desta segunda-feira (26/9).

O objetivo dessa segunda checagem, segundo Dantas, é verificar com mais rapidez o resultado das eleições.

Por conta da exigência dessa celeridade, só serão conferidos, nesse primeiro momento, os resultados para presidente da República, governador e senador. O resultado será enviado para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*