Bolsonaro desafia Alexandre de Moraes e publica post ligando Lula ao PCC

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

demonstrou não se importar com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que proibiu que “bolsonaristas façam relação entre o ex-presidente Lula e a facção criminosa PCC. Em post no Twitter, Bolsonaro voltou a fazer a relação entre o petista e o grupo. Leia: 

Na segunda-feira (18), o Supremo Tribunal Federal (STF) tomou uma decisão que, para muitos, é surpreendente: mandou aliados do presidente Jair Bolsonaro retirar, das redes sociais, publicações que vinculam o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao PCC. 

Anúncios

A decisão foi tomada na noite do último domingo (17), mas não aponta necessariamente o seu conteúdo e sim que Moraes proibiu os bolsonaristas de postarem “fake news” contra Lula. 

Anúncios

Moraes, que assumirá a presidência da Corte no dia 16 de agosto, determinou que os perfis, entre eles os do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e da deputada Carla Zambelli (PL-SP), apaguem publicações que associam o ex-presidente Lula e o PT à facção criminosa do PCC. 

Postagens mencionadas na decisão também ligavam o político e o partido à morte de Celso Daniel e ao Nazismo. Procurada pelo UOL, Zambelli disse que lamenta a “tentativa de censura”.

FUNDAMENTAÇÃO

Vale lembrar que há um mês, aproximadamente, o tema voltou a ter destaque por causa da postagem de revista Veja, que trouxe detalhes da delação premiada de Marcus Valério. Foi ela que apontou a suposta ligação entre PCC e PT. Veja o vídeo abaixo: 

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*