Elon Musk desiste de comprar o Twitter e abre precedente para “batalha judicial”

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

A novela que já era quase certa de ter um final feliz teve, na verdade, uma reviravolta. Após três meses desde que a negociação foi iniciada, o empresário Elon Musk desistiu da compra do Twitter, conforme foi divulgado na sexta-feira (8). Ele alegou haver violação em vários pontos do acordo em documento enviado a um órgão americano equivalente à Comissão de Valores Mobiliários, SEC.

“A análise preliminar dos consultores de Musk das informações fornecidas pelo Twitter até o momento faz com que ele acredite fortemente que a proteção de contas falsas e de spam incluídas na contagem de usuários relatada é muito superior a 5%”, afirma a defesa de Musk.

Anúncios

Vale destacar que os últimos três meses foram bastante conturbados para os interessados no negócio. Chamaram atenção os planos mirabolantes que o empresário tinha para a plataforma e até acusações feitas por Musk sobre contas de spam e violação de acordo. Durante o período, acionistas chegaram também a processar o bilionário.

Anúncios

Sobre a situação, a rede social deve recorrer na justiça para dar continuidade as negociações. Com isso, é possível que ocorra uma batalha judicial.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*