Bolsonaro espera reviravolta no caso Adélio antes da eleição

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Jair Bolsonaro espera uma reviravolta no caso Adélio Bispo nos próximos três meses, quando acontecerá a eleição. O presidente afirmou em reunião com aliados recentemente que está confiante na obtenção de provas, pela Polícia Federal, que ligariam o autor da facada a políticos de oposição. A PF já descartou a hipótese em duas investigações anteriores.

O Planalto acredita que, se reveladas antes de outubro, as provas inflariam o eleitorado contra a esquerda e reviveriam um sentimento de 2018, quando Bolsonaro sofreu atentado. Esse suposto material alavancaria Bolsonaro nas pesquisas, de acordo com aliados. Hoje, o presidente corre o risco de perder a eleição para Lula em primeiro turno, conforme apontou o Datafolha no mês passado.

Anúncios

Em janeiro deste ano, após mudança no comando das investigações, a PF escolheu um delegado que já investigou o Primeiro Comando da Capital (PCC) para apurar se Adélio contou com a ajuda de terceiros ou agiu a mando de alguém. Em duas investigações, a PF concluiu que ele cometeu o crime sozinho.

Anúncios

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*