Em jogo eletrizante, Sérvia e Camarões empatam em 3 a 3 e se complicam no grupo do Brasil

AS MAIS ROMANTICAS E INESQUECIVEIS

Sérvia e Camarões fizeram um jogo movimentado e empataram em 3 a 3, nesta segunda-feira, 28, no Al Janoub, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa do Mundo 2022. Aleksandar Mitrovic, Pavlovic e Sergej Milinkovic-Savic marcaram para os sérvios, enquanto Casteletto, Aboubakar e Chuopo-Moting balançaram as redes para os camaroneses – as duas equipes computaram o primeiro ponto no torneio da Fifa. Com o resultado, as duas seleções se complicam no Grupo G, o mesmo de Brasil e Sérvia, que se enfrentam a partir das 13 horas (de Brasília). Isto porque brasileiros e suíços têm 3 pontos e podem garantir vaga nas oitavas de final hoje. Na terceira e última rodada, a Sérvia mede forças com a Suíça, em um duelo que pode ser decisivo. Já os “Leões Indomáveis” medem forças com a Amarelinha. As duas partidas acontecem às 16 horas (de Brasília) da próxima sexta-feira, 2.

Derrotadas na rodada inaugural, as duas seleções se propuseram a jogar ofensivamente desde o início e ofereceram uma grande partida aos espectadores. Com mais posse de bola e mais bem dotada tecnicamente, a Sérvia incomodou no começo com seu centroavante. Em menos de 20 minutos, Aleksandar Mitrovic acertou a trave com um chute de efeito e ainda desperdiçou uma chance inacreditável dentro da área. Ligado nos contragolpes, Camarões também ameaçou com chute de Kunde e conseguiu abrir o placar através da bola parada. Em escanteio de Kunde, N’koulou desviou no primeiro pau e Casteletto empurrou para dentro, aos 28 minutos. Com mais presença no ataque, os sérvios conseguiram a virada nos acréscimos. Devolvendo na mesma moeda, Pavlovic aproveitou batida de escanteio de Tadic e mandou para as redes. No lance seguinte, Sergej Milinkovic-Savic tabelou com o companheiro e arriscou de média distância, virando para os europeus.

Anúncios

No retorno do intervalo, a Sérvia não diminuiu o ritmo, pressionou e chegou ao terceiro. Em jogada muito bem trabalhada, Kostic, Sergej Milinkovic-Savic e Zivkovic trocaram passes até o último encontrar Mitrovic, que só desviou para a meta, aos 7 minutos. Imediatamente, o técnico camaronês colocou em campo o atacante Vincent Aboubakar, veterano de passagem marcante pelo Porto. Inspirado, o jogador foi fundamental para uma rápida recuperação dos “Leões Indomáveis”. Aproveitando a linha alta dos europeus, o centroavante disparou em velocidade, ficou de frente com Maksimovic e tocou de cobertura, anotando uma pintura aos 18 minutos – o lance foi validado pelo VAR. Na jogada seguinte, Aboubakar fez uma jogada parecida, mas desta vez rolou para Chuopo-Moting completar para as redes. Com o passar do tempo e o desgaste físicos dos atletas, a partida passou a ter menos chances claras. As melhores surgiram dos pés de Sergej Milinkovic e Kostic, pelo lado europeu.

Anúncios

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*