Lula diz que Brasil não precisa de teto de gastos e chama regra de “irresponsável”

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

Acompanhe Ao vivo Baixe o Aplicativo click na Imagem

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a criticar nesta quarta-feira (27) as regras que limitam os gastos do governo federal e defendeu mais investimentos em áreas como saúde, educação, ciência e tecnologia. Ele chamou o mecanismo de controle das contas públicas de “irresponsável”. A notícia é da CNN Brasil. 

“Não preciso de teto de gastos, quando você faz uma lei de teto de gastos é porque é irresponsável, porque você não confia no seu taco e não confia no que vai fazer. Quem é que obrigou a fazer esse teto de gastos, foi a Faria Lima? Foi o sistema financeiro? Sem se importar que o povo é dono de uma parte?”, questionou em entrevista ao portal UOL.

O teto de gastos foi aprovado ainda em 2016, durante o governo de Michel Temer (MDB). O mecanismo limita os gastos públicos em 20 anos, com aumentos que seguem os índices de inflação. Segundo o petista, a regra ignora a necessidade de investimentos na saúde, “para acabar com a fome, para acabar com o desemprego, para aumentar salário, para melhorar as coisas nesse país” e classificou a medida como desnecessária se houver previsibilidade no Brasil.

Anúncios

“O país não precisa de teto de gastos. Precisa de governo que tenha credibilidade, que garanta estabilidade e que tenha previsibilidade. Digo desde 1989 que aprendi economia com uma mulher analfabeta que pegava meu holerite e distribuía as coisas dentro de casa. Sei que não posso gastar mais do que eu tenho”, afirmou.

Acompanhe Nossa Pagina no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*